terça-feira, 18 de maio de 2010

Homens Livres: Além do Bem & do Mal, por Ragnar Redbeard

por Ragnar Redbeard

Homens livres nunca devem regular suas condutas por sugestões ou ditos de outros, porque se o fizerem, não serão mais livres. Nenhum homem deve obedecer nenhum contrato, escrito ou implícito, com exceção de quando aderido formalmente, em estado de maturidade mental e total liberdade. Apenas escravos nascem em contratos, assinados e selados por seus mestres. O homem livre nasce livre, vive livre e morre livre. Ele é (mesmo quando vivendo em uma civilização artificial) acima de todas as leis, todas constituições, todas as teorias de certo e errado.

Homem nenhum possui obrigação alguma a obediência passiva quando sua vida, sua liberdade e sua propriedade são ameaçadas por ladrões, mercenários ou estadistas. (...)

Aquele que diz a si próprio, “Eu devo acreditar, eu não devo questionar” não é um homem, mas um mero covarde, mentalmente castrado. Aquele que acredita “porque lhe foi mandado” é um escravo de coração; e aquele que acredita “porque foi escrito” é um tolo. Espíritos sagazes duvidam de todas as coisas, e tomam como verdadeiro APENAS aquilo que é demonstravelmente verdadeiro.

As regras da vida não são encontradas em Alcorões, Bíblias, Decálogos ou constituições, mas nas regras da decadência e morte. A lei das leis não está escrita em consoantes hebréias ou em placas de pedra, mas no coração de cada homem. Aquele que obedece qualquer padrão de certo e errado, com exceção daquele definido por sua própria consciência, trai a si próprio e cai nas mãos de seus inimigos, que estão sempre aguardando para atá-lo a esses fardos. E, geralmente, o pior inimigo de um homem é o seu próximo.

Homens dominantes riem de desgosto de ameaças espirituais e jamais temem as decisões de qualquer tribunal humano. Eles estão acima e além de tudo isso. (...)

Download de Might is Right

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Direita Moribunda & Perdedora vs. Esquerda Fanática & Radical

Citações de Tom Metzger

- Eu não me identifico com a "direita". Eu era um direitista nos anos 70, mas eu a deixei no fim da década. A direita é tão reacionária e não vai a lugar algum.

- Eles fazem as mesmas coisas de novo e novamente sem conseguir alcançar nada. Eles desperdiçam tempo com uniformes, bandeiras e marchas. Eu promovo revolução contra os Capitalistas e Social Marxistas.

- Seus métodos estão falidos e eles também gastam muito tempo falando mal dos comunistas, enquanto, na maioria do tempo, os capitalistas são a maior força a ser combatida. A direita pensa que eles podem conseguir dinheiro de apoio dos ricos conservadores direitistas. Não podemos! Nunca conseguimos. Muitos ainda acreditam em política partidária ou mera educação. Nada muda sem sangue rolar.

- Eu uso algumas idéias da direita, algumas da esquerda e algumas próprias. Eu misturo tudo. Vá a resist.com e veja nossas posições.

- Nos E.U.A., a direita é muito grande. De neo-conservadores à quase anarquista. Eles são quase-Racistas, mas a maioria nega quando perguntado pela imprensa. Nós somos orgulhosos de dizer que somos Racistas e odiamos ver Brancos brigando entre si. Eu me oponho às guerras. Guerra Civil Americana, Primeira Guerra, Segunda Guerra, Vietnã, Iraque. Elas foram todas guerras capitalistas e terríveis para a Raça Branca. Nossos inimigos são as corporações transnacionais, partidos políticos, os Judeus, etc. A imprensa nos rotula a todos como direitistas. Eu rejeito isso. Eu prefiro recrutar um Racista de esquerda a de direita.

- É por isso que a direita perde. Ela recruta as pessoas erradas. Recrute pessoas radicais. Alguns dos nossos melhores estão na esquerda. Nós exigimos uma coisa: LEALDADE À SOBREVIVÊNCIA RACIAL. Todo o resto pode ser discutido, mas na maioria das vezes estou mais próximo à esquerda. Anti-guerra, anti-Capitalista, pró meio ambiente e Natureza, ódio aos super ricos mentirosos, ódio a todos os políticos atuais, ódio à igualdade, acredito em limitar a população não-Braca por quaisquer meios possíveis, rejeito o Cristianismo, como uma religião escrava que é inimiga da raça, etc. Eu vejo tudo isso como bem de esquerda, não de direita.

Nós desejamos uma não-colonial, não-imperial Nação Branca e quem apoiar isso, nós o apoiamos. Nós também somos Pan-Arianistas ou Pan-Brancos apoiando Brancos pelo mundo inteiro. Nós vamos lutar contra a destruição racial custe o que custar e nunca CO-existir voluntariamente com ela.

- Siege é um grande livro e James Mason, no passado, foi um revolucionário inovador. Ele tirou o Nacional-Socialismo da direita reacionária e o arrumou como uma luta revolucionária. Da maneira em que Joseph Tommasi quebrou com os Nazis conservadores. Infelizmente, ele voltou seus melhores pensamentos para uma coisa cristã. Eu não sei aonde ele está agora, mas eu promovo e vendo seu grande livro.

- Há dúzias desses grupos [Nazis uniformizados] nesse país. Freaks de uniforme, infelizes, fetiches patriarcais e até mesmo Homossexuais. Eles nem ao menos sabem que Nacional-Socialismo era uma idéia de esquerda. Aqui eles soam como Nacional Capitalistas. Eles amam colocar um uniforme e marchar por ai enquanto a polícia os salva todas as vezes. Eles nunca pensam em uma maneira inteligente de derrubar a oposição pelas sombras. Eles sempre se levantam e dizem ME BATA!! É tão vergonhoso.

O que NÃO fazer


É o que faltava, além da 'culpa branca' ter sido imposta sobre nós por décadas e os bilhões de nossos bolsos que foram enviados de caridade para o mundo não-Branco atrasado e incompetente, agora até mesmo os 'nossos' estão gastando (moralmente, desviando) dinheiro da Causa Branca para ajudar sub-humanos que tem problemas até mesmo em 'existir'.

A doença Politicamente Correta se espalhando até mesmo aos que foram um dia racialmente conscientes. Tudo na incansável tentativa de se justificar à sociedade doente de que apoiamos o direito de todos os povos de existirem e se preservarem. A Natureza funciona em um ciclo amoral de competição feroz e sobrevivência e não há lugar para parar a evolução da própria espécie pra ajudar outras.


Ler A Causa dos Povos?, de Guillaume Faye

Obs.: A nossa intenção não é fazer pouco do trabalho do inconformista.info, mas um alerta para os outros de volta à sanidade.

domingo, 16 de maio de 2010

Se estamos sumidos...



Se estamos sumidos é porque há material assando no forno. Voltaremos em breve!

sábado, 1 de maio de 2010

1° de Maio: Homenagem ao Trabalhador Branco no Brasil


O dia de hoje deve ser relembrado, em especial por nós, como um tributo e homenagem aos milhares de imigrantes que vieram de todas as partes de uma Europa lotada e faminta em busca de um futuro melhor. Este futuro foi as Américas e a Oceania, aonde as rivalidades nacionais históricas - fermantadas pelas guerras de monarcas, Igreja e poderosos - foram deixadas de lado para a construção do que era pra ter sido o início da conquista e repopulação do mundo.

Não deixem se enganar, esses imigrantes eram tratados pela classe alta como meros escravos assalariados, sem direitos ou qualquer consideração social. Essas foram as pessoas que construiram o Brasil, especialmente sul e sudeste.

Hoje também é um dia de solidariedade com todos os trabalhadores que agora enfrentam adversidades e desemprego devido às conseqüências da crise econômica causada pelos criminosos, Judeus e mestres do dinheiro de Wall Street.

O futuro do Homem Branco está no trabalho produtivo para a comunidade. Trabalho local e não a econômia de exploração e exportação. Fim à escravização do juro e das finanças internacionais parasita.


A apresenteção foi organizada mais ou menos como 1) Imigração 2) O Trabalho 3) Greve geral de 1917. Infelizmente, devido à falta de espaço não foi possível uma cobertura mais extensiva. (Clique em 'Ler Mais' para ver todas as imagens).

1) Imigração

Hospedaria de Imigrantes em SP



Quadro de Angiolo Tomasi, de 1896, retratando a partida dos imigrantes da Itália