terça-feira, 18 de maio de 2010

Homens Livres: Além do Bem & do Mal, por Ragnar Redbeard

por Ragnar Redbeard

Homens livres nunca devem regular suas condutas por sugestões ou ditos de outros, porque se o fizerem, não serão mais livres. Nenhum homem deve obedecer nenhum contrato, escrito ou implícito, com exceção de quando aderido formalmente, em estado de maturidade mental e total liberdade. Apenas escravos nascem em contratos, assinados e selados por seus mestres. O homem livre nasce livre, vive livre e morre livre. Ele é (mesmo quando vivendo em uma civilização artificial) acima de todas as leis, todas constituições, todas as teorias de certo e errado.

Homem nenhum possui obrigação alguma a obediência passiva quando sua vida, sua liberdade e sua propriedade são ameaçadas por ladrões, mercenários ou estadistas. (...)

Aquele que diz a si próprio, “Eu devo acreditar, eu não devo questionar” não é um homem, mas um mero covarde, mentalmente castrado. Aquele que acredita “porque lhe foi mandado” é um escravo de coração; e aquele que acredita “porque foi escrito” é um tolo. Espíritos sagazes duvidam de todas as coisas, e tomam como verdadeiro APENAS aquilo que é demonstravelmente verdadeiro.

As regras da vida não são encontradas em Alcorões, Bíblias, Decálogos ou constituições, mas nas regras da decadência e morte. A lei das leis não está escrita em consoantes hebréias ou em placas de pedra, mas no coração de cada homem. Aquele que obedece qualquer padrão de certo e errado, com exceção daquele definido por sua própria consciência, trai a si próprio e cai nas mãos de seus inimigos, que estão sempre aguardando para atá-lo a esses fardos. E, geralmente, o pior inimigo de um homem é o seu próximo.

Homens dominantes riem de desgosto de ameaças espirituais e jamais temem as decisões de qualquer tribunal humano. Eles estão acima e além de tudo isso. (...)

Download de Might is Right

2 comentários:

  1. Penso que o sr. Siegfried Ellwanger Castan merece ser lembrado em um artigo aqui na AWI.

    ResponderExcluir